Sangramento Nasal, porque acontece?

O sangramento nasal, chamado em medicina de epistaxe ou epistaxis, é um evento bastante comum. Mais de 60% da população já teve ou terá pelo menos um episódio de sangramento nasal em algum momento da vida.

Apesar de assustar, os sangramentos nasais raramente provocam alguma complicação relevante. Na imensa maioria dos casos, a perda de sangue pode ser facilmente controlada em casa, sem auxílio médico.

Tipos de Epistaxe

A cavidade nasal é altamente vascularizada e seus vasos são relativamente superficiais, principalmente na região mais anterior do nariz.

Os sangramentos nasais são habitualmente classificados em epistaxe anterior e epistaxe posterior.

A epistaxe anterior é disparada a forma mais comum de sangramento do nariz. Ela surge quando há lesão dos vasos na região anterior da mucosa nasal, mais próxima das narinas. Nesta região, várias pequenas artérias se ligam, formando um emaranhado vascular conhecido como plexo de Kiesselbach, que é um sítio muito frágil, que sangra com facilidade.

A epistaxe posterior é mais rara, sendo responsável por apenas 5% dos casos de sangramento nasal. Apesar de ser menos comum, os sangramentos posteriores costumam ser mais volumosos e de difícil controle. Os poucos casos de epistaxe que necessitam de atendimento médico de urgência são geralmente aqueles que têm origem na região posterior da cavidade nasal.

A epistaxe é mais comum em crianças com menos de 10 anos e em adultos com mais de 45. Isso não significa, de modo algum, que adolescentes e adultos jovens não possam ter sangramentos pelo nariz.

Quais as causas do sangramento nasal?

A maioria dos casos de epistaxe surge por traumas na mucosa nasal. O ato de colocar o dedo dentro do nariz para tirar meleca é a principal causa.

Outras situações que também aumentam o risco de sangramento nasal são:

Ar ressecado

Quando a umidade do ar encontra-se muito baixa, a mucosa nasal fica mais ressecada e irritada, fazendo com que lesões no local tornem-se mais fáceis de ocorrer. Pessoas que passam o dia em locais fechados com ar-condicionado ou aquecimento ligado são as mais susceptíveis a apresentarem sangramentos pelo nariz.

Irritação da mucosa nasal

Infecções das vias aéreas ou quadros alérgicos que provoquem irritação da mucosa nasal e rinite também são fatores de risco para a epistaxe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.